terça-feira, julho 12

Bélgica Patrocina Protocolos dos Sábios de Sião para Crianças Palestinas

Está no Jerusalem Post de hoje – matéria completa em inglês

Alguns livros escolares da Autoridade Palestina mostram os Protocolos dos Sábios de Sião como “parte integrante” da história do Sionismo, aprovados em “uma resolução oficial do Primeiro Congresso Sionista Mundial”. O governo belga disse que vai continuar a financiar a produção dos livros didáticos palestinos e que não considera-os ofensivos.

“Nós não achamos (os livros didáticos) anti-semitas de forma alguma”, disse o porta-voz do gabinete de imprensa do governo da Bélgica em entrevista ao Jerusalem Post por telefone. “Nós fazemos um processo de seleção através da leitura dos livros. Houve alguma controvérsia no passado, mas houve pessoas cuidando do caso”.

Mas outros países não pensam assim. Enquanto a Finlândia, Itália e Holanda também financiavam os livros para a Autoridade Palestina no passado, este ano apenas a Bélgica e “nações árabes” pagando pelos livros.

Além disso, o Center for Monitoring the Impact of Peace (CMIP) emitiu um relatório de 122 páginas onde mostra que Israel é omitido de todos os mapas o Oriente Médio e que os mártires palestinos são mostrados como heróicos combatentes contra “uma força de ocupação”, nos mesmos livros.

“Nós queremos enfocar os valores sociais, de direitos humanos e democráticos”, acrescentou o porta-voz belga.

Mais informações sobre os Protocolos no link na coluna à sua direita.