quarta-feira, julho 27

Brasileiro Assassinado em Londres? Culpe os Judeus!

O anti-semitismo está num nível tão absurdo que a seguinte nota saiu no "Jornal de Brasília":

[nota]

Alvo errado

Blogs britânicos sugerem que agentes do Mossad, serviço secreto de Israel, podem ter matado o brasileiro Jean Charles Menezes, 27, na desastrada operação em Londres. Operariam há 2 anos na Grã-Bretanha contra terroristas islâmicos, segundo o jornalista inglês Gordon Thomas - Jornal de Brasilia - Coluna Claudio Humberto

[fim da nota]

Outros ingleses não ficam atrás. Num blog assinado pelo jornalista Colin Deane o seguinte devaneio: "As explosões simultâneas que comoveram Londres parecem mais ser obra do serviço de inteligência sionista britânico que da rede terrorista fantasma Al Qaeda", debaixo do título "Os sionistas finalmente atacam Londres". Outro blog diz o seguinte: "Equipes do terror israelense por trás dos atentados em Londres... o Mossad está explodindo ônibus há anos em Israel e o que aconteceu com o ônibus em Londres é seu modus operandi".

Ontem no Brasil partidos de extrema-esquerda, MST e ongs foram protestar no consulado britânico no RJ e na embaixada da Inglaterra em Brasília hipotecando sua solidariedade ao brasileiro morto pela polícia inglesa e se manifestando com palavras de ordem pela retirada das tropas inglesas do Iraque.

Algum destes grupos fez a mesma coisa defronte às representações árabes no Brasil? Algum destes grupos bateu na porta da embaixada da Jordânia? Afinal o terrorista homicida Zarqawi é jordaniano. Algum destes grupos foi se manifestar pela libertação ou esclarecimento do paradeiro do engenheiro brasileiro sequestrado pelos terroristas no Iraque? Engenheiro? Qual era o nome dele mesmo? Ah, esquemos né?