segunda-feira, agosto 8

Exemplo de feminismo palestino

O Centro de Cultura e Artes de Gaza inaugurou um curso de folclore popular chamado "Wafa Idris". Durante os 60 dias do cruso as estudantes de um colégio feminino palestino vão estudar vários assuntos relacionados a arte, inclusive dança folclórica. A União das Mulheres Palestinas apresenta Idris como um modelo do feminismo palestino. Sempre são feitas paradas de meninas para ela, campos de férias, cursos universitários além da Autoridade Palestina ter colocado dezenas de vezes na TV um concerto em homenagem a Wafa, uma paramédica de 28 anos doc ampo de refugiados de Amari, perto de Ramallah. O que ela fez para merecer tudo isso? Morreu! Foi a primeira terrorista suicida quando se explodiu na Jaffa Road, em Jerusalem, em janeiro de 2002, matando um idoso de 81 anos e ferindo diversas pessoas. A educação para o ódio continua. Seguno Ashraf Sahwil, diretor do centro, o nome de Idris foi dado para "enfatizar a permanente participação da mulher palestina na luta (contra Israel).