terça-feira, janeiro 24

Circuncisão judaica pode continuar na Irlanda

O governo da Irlanda recomendou que as circuncisões feitas por mohels tenham permissão para continuar de forma tradicional. Todas as outras circuncisões de origem cultural ou religiosa deverão ser feitas por cirurgiões treinados sob a fiscalização das autoridades de saúde. O caso vinha se desenrolando desde 2003 quando um bebê nigeriano de um mês morreu após uma circuncisão feita em casa. Fora das pequenas comunidades judaica e muçulmana, a circuncisão na Irlanda não é freqüente.