quarta-feira, janeiro 18

Mídia Sem Máscara analisa a Formação do Império Americano

Mídia Sem Máscara analisa o livro "Formação do Império Americano - Da Guerra Contra a Espanha à Guerra no Iraque". A matéria completa pode ser encontrada no link abaixo.

http://www.midiasemmascara.org/artigo.php?sid=4496

Um trecho da avaliação

"O livro de Luiz Alberto Moniz Bandeira começa errando e termina do mesmo jeito."

"Hitler é citado pelo autor como personagem neutro. Semelhante técnica de citação chega a ser escandalosa. Veja-se a seguinte sequência: “Hitler considerou um ‘trágico encadeamento’(eine tragische Verkettung), um ´infeliz acaso histórico´(ein unglücklicher geschichtlicher Zufal) o fato de que sua ascensão ao poder na Alemanha ocorreu quando ´o candidato do mundo judaico´(der Kandidat des Weltjudentums), Roosevelt, assumiu o governo da Casa Branca”. No juízo do hegeliano, só está errado nesta série de frases o fato de que “Hitler se precipitou”, nada mais. Ao expor a fabricação de armas, Hitler é novamente citado num discurso como alguém que só denuncia os instrumentos letais nas mãos norte-americanas. Em passagem rápidas a “política” nazista é referida com as suas “enormes atrocidades”. Mas logo o autor tira a lição silogística: se Hitler dizimou o povo russo, este, “logicamente”, apoiou Stálin e a sua tirania."